Assento 9J

Viajar no assento do meio…quem nunca?

Viajar de avião é sempre uma expectativa maravilhosa. Se você está viajando com alguém, fica a pergunta: quem será a terceira pessoa que irá te acompanhar durante 4h, 10h, 12h? Quem é a pessoa que você irá acordar no meio do voo para pedir licença porque precisa fazer xixi? Aquela pessoa que você vai olhar com a expressão do gatinho do Shrek implorando “desculpa te acordar, mas estou muito apertada para ir ao banheiro”. Sim, muito apertada, pois quando você é a poltrona do meio ou da janela, você segura ao máximo seu xixi.

E agora vamos para Chile. Poltrona do meio e da janela. Só peço que a pessoa ao meu lado não seja grande ou esteja com cheiro ruim.

Entramos no avião e encontramos nossas poltronas. Todas vazias. Primeira expectativa “vai que não vem ninguém!”.

Como sou menor, vou na poltrona do meio. Não ligo de viajar ao lado de desconhecidos desde que não invadam minha bolha pessoal (espaço ao redor do meu próprio corpo). Claro que isso é impossível no avião, mas desde que não ultrapassem o limite do descanso de braço, estará tudo bem.

Sentamos, nos acomodamos e lá começa a sessão “avaliar todos que entram no avião” com aquele pensamento “será essa pessoa?” Aquela sessão de críticas quando nos consideramos lindos, cheirosos e agradáveis para viajar.

De repente, entra aquela pessoa grande, mulher, vestida toda de preto e você pensa…”só espero que não seja ela” mas ela vai passando de poltrona a poltrona, andando lentamente, enquanto eu imploro “senta logo, por favor senta, senta antes, antes, antes” E ela chega ao 9J. Para, olha o número, confere o bilhete e…SENTA!!!

Na sentada, meu espaço que talvez fosse de 10cm ao redor do meu corpo, já é totalmente invadido. Ela se espalha e se acomoda. Eu sou jogada para o lado e passo a me sentar de lado, torta, tentando evitar muito contato.

Bom, frente ao cenário, você é colocado em uma situação onde os pontos positivos precisam ser vistos. Ela não cheira mal. Neutra. Ótimo!

O vôo atrasou mais de uma hora. Ainda tinham quatro horas de voo. Talvez fosse muito tempo para uma pessoa que deveria ter tomado banho no dia anterior.

Após duas horas de voo o odor começou. Quase vomitei. Eu quis chorar. Tive a sensação de viajar dez horas.

Tive duvidas se deveria pedir licença e ir ao banheiro para fazer o tempo passar ou se era melhor me manter imóvel  Optei pela ida ao banheiro. Foram três idas ao banheiro, duas esticadas de perna e nenhuma outra poltrona vazia no voo (eu tentei mas claro que o voo estava lotado).

Quando veio o lanche foi aquela mistura de comida com odor, e ela gentilmente nos passou nossos pratos. Eu queria agradecer mas permanecia imóvel, como se qualquer movimento piorasse a situação.  Dei aquele sorrisinho de canto de boca. Ela merecia mais, eu sei. Mas eu estava prestes a desmaiar.

Longas quatro horas.

Nunca fiquei tão feliz em pousar. Que sensação boa sentir a rodinha do avião tocando o chão.

Tive que esperar metade do avião descer para me distanciar da minha colega de poltrona. Por um momento pensei que fosse desmaiar. Aliás, por um momento, eu adoraria desmaiar. Mas acho que daria muito trabalho e talvez ela quisesse me ajudar, já pensou?

Photo by Shamia Casiano from Pexels

Um comentário sobre “Assento 9J

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s