Tome PARTIDO

Sempre procurei, muitas vezes em vão, encontrar o significado de tudo. Por exemplo, por que há pessoas boas e más, por que as pessoas boas fazem coisas más e vice-versa, por que entre pessoas que se querem bem pode existir sentimentos ruins. Minha lista é infindável, ainda mais para quem tem um pouco de imaginação!

Este início foi para te dizer que a cada momento reinventamos o mundo, reinventamos a nós mesmos, reinventamos nossos afetos para que seja tudo menos doloroso. E escrevendo sobre a situação do Brasil, observo tristemente o que acontece, tanta coisa inacreditável, mas real. Tanta intolerância, violência, ignorância, preconceito.

“Nunca é tarde para recomeçar”, diz o ditado. É hora mesmo de sair da inércia e de lutar muito. Afinal, todos somos responsáveis pela transformação desse país. Se somos todos responsáveis, é preciso admitir outra verdade dura: todos somos igualmente culpados pela contaminação do Brasil, pela impunidade. Ela cresce assustadoramente.

Mas apontar o dedo para o outro e ser ofensivo dizendo que ele é o culpado pela situação do país porque votou no PT ou PSDB ou PMDB ou sei lá que P! Que preguiça! O Brasil é muito mais que um partido! O Brasil somos nós. Estimulamos a impunidade todas as vezes em que aceitamos os pequenos delitos e deslizes que fazem parte do dia-a-dia. Entramos com nossos carros na contramão, usando como desculpa o fato de estarmos apressados demais para dar a volta no quarteirão. Passamos os pontos de multas para outras pessoas porque é duro perder a carteira. Ficamos felizes quando descobrimos um orelhão que faz interurbanos de graça. Não nos constrangemos em comprar ingressos no cambista ou um DVD no camelô. É mais prático, mais barato, mais rápido. E as desculpas se sucedem, todas muito convincentes.

Será que estamos prontos para reivindicar nossos direitos, para cobrar as promessas que nos fizeram em campanha? Ou será que continuaremos alienados em relação aos problemas que nos cercam?

Precisamos deixar de lado o comodismo de fingir que nada está acontecendo e adotar uma atitude definitiva contra a impunidade. Não importa seu partido. Já passou da hora de dar um basta! Pense, crie, invente, aja, mexa-se. Podemos, se cada um der um pouco de si. Conseguiremos ter um país melhor, justo, fraterno e igualitário. O primeiro passo é sempre o mais difícil. Não adianta tentar acabar com os grandes crimes sem que as pessoas mudem a sua atitude em relação ao dia-a-dia. Pense duas vezes na próxima vez que estiver diante de uma situação na qual a lei esteja sendo burlada, mesmo que pareça inofensiva. É nesse momento que começa a impunidade – aponte um dedo para alguém e você terá três dedos apontando para você!

Sejamos respeitosos com as ideologias e pensamentos do outro. Ninguém é igual. Ainda bem! Sejamos otimistas com nosso país! Nada é para sempre. As coisas más, as fases ruins, também hão de passar. E você também tem que fazer sua parte para isso acontecer o mais rápido possível! Só apontar o dedo não irá mudar nada! A culpa não é deles, é nossa.

Imagem de imagensgratis.blog.br

Um comentário sobre “Tome PARTIDO

  1. mariacsabbag disse:

    Digo isso há muitos anos. É isso mesmo. Se temos um governo corrupto é porque também o somos (mas talvez não percebamos – tenho cá minhas dúvidas). Temos orgulho de sermos o povo do jeitinho. Já está mais do que na hora de cada um olhar para as coisas que acha que devem ser diferentes para você seja lá porque razão for! Não somos especiais e somos todos iguais. Então façamos a nossa parte e não permitamos que haja uns mais iguais que outros, ou seja, o velho jeitinho e quebra galho que faz de nós essa nação que não dá a mínima se está sendo roubada, passada para trás ou se está pagando pelo crime de outros. Dou mórrapoioIIII Vamos arregaçar as mangas e não deixar que essas coisas aconteçam, mas antes de mais nada, vamos parar para refletir no que estamos sendo corruptos. “Não há país corrupto sem povo corrupto” (Leandro Karnal), assim como “aponte um dedo para o outro e terá três dedos apontados para você” (Leandro Karnal).

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s